Fiando Seda

A principal característica que distingüe as aranhas do resto do reino animal é sua capacidade de fiar seda, uma fibra extremamente forte. Alguns poucos insetos produzem um material similar (os bichos-da-seda, por exemplo), mas nada chega perto da capacidade de fiar das aranhas. Muitas espécies constroem toda sua vida em torno dessa habilidade única.
Os cientistas não sabem ao certo como as aranhas produzem a seda, mas têm uma idéia básica do processo de fiação. As aranhaspossuem glândulas especiais que secretam proteínas da seda, feitas de cadeias de aminoácidos, que são dissolvidas em soluções à base de água. A aranha empurra a solução líquida por longos dutos até microscópicas fusulas nas fiandeiras da aranha, que possui normalmente dois ou três pares de fiandeiras localizadas na parte de trás do abdômen.

Cada fusula tem uma válvula que controla a grossura e a velocidade do material expelido. Conforme as fusulas liberam as moléculas da proteína fibroína para fora dos dutos e as lançam no ar, as moléculas são esticadas e unidas formando longos fios. As fiandeiras enroscam esses fios para formar a vigorosa fibra da seda. A maioria das aranhas possui múltiplas glândulas de seda, que secretam tipos diferentes de fios para diferentes propósitos. Por produzirem seda de qualidades diferentes e em proporções variadas, as aranhas podem formar uma grande variedade de fibras. Elas também podem variar a consistência das fibras ajustando as fusulas para formar tranças maiores ou menores. Algumas fibras de seda possuem diversas camadas como, por exemplo, um núcleo interno cercado por um tubo externo. A seda também pode ser revestida com várias substâncias adequadas para propósitos diferentes. As aranhas podem revestir a seda com uma substância grudenta ou com material à prova d’água. A seda das aranhas é incrivelmente forte e flexível. Algumas variedades são cinco vezes mais fortes que uma quantidade igual de aço, e duas vezes mais fortes que uma quantidade igual de Kevlar. Isso tem atraído a atenção de cientistas de diversos campos, mas até agora, não se conseguiu obter muito desse recurso natural. É simplesmente muito difícil extrair seda das aranhas e cada uma possui apenas uma pequena quantidade dela.

Aranhas
Imagem cedida por Ed NieuwenhuysArgiope bruennich, uma tecedeira de teia orbicular, fiando seda
Aranhas
Imagem cedida por Steve ClarkUma aranha dourada fêmea em sua teia

Isso pode mudar num futuro próximo. Pesquisadores de uma empresa chamada Nexia Biotechnologies modificaram geneticamente cabras, usando genes de produção de seda das aranhas. A esperança é que um pequeno número de cabras seja capaz de produzir uma grande quantidade da matéria-prima da seda no leite. Os engenheiros serão capazes de fazer uso desse material em aeronaves, coletes à prova de balas e membros artificiais, entre outras coisas.

Usando a seda: Todas as espécies de aranhas fiam seda e, uma vez que esta fibra tenha sido produzida, é possível usá-la em uma variedade de funções. Nem todas as espécies tecem teias e muitas não usam a seda para a caça. Da mesma forma que os materiais de construção, a seda das aranhas tem um grande número de aplicações.

Aranhas
Imagem cedida por Ed NieuwenhuysAs aranhas de teia funicular cobrem um buraco no chão com seda e ficam esperando uma presa passar

Uma utilidade bem comum da seda é o cabo de segurança. Conforme as aranhas se movem de um lugar para outro, elas deixam um fio fino e seco atrás delas. Assim como um alpinista, a aranha usa esse fio como um cabo de segurança. Se ela ficar em perigo, pode rapidamente voltar por este cabo (fio). Outro uso comum da seda é a construção do berçário. Na maioria das espécies, a fêmea tece um grosso casulo protetor para o desenvolvimento dos ovos e algumas vezes dos filhotes, após o nascimento. Algumas espécies não cuidam do casulo enquanto as jovens aranhas se desenvolvem e outras, como as aranhas lobo, carregam consigo o casulo.

Aranhas
Imagem cedida por Steve ClarkUma aranha de costas vermelhas com seu saco de ovos feito de seda

O uso mais comum da seda, claro, é a construção de teias. A estrutura das teias varia muito de uma espécie para outra. Algumasaranhas constroem teias totalmente desorganizadas, outras fazem longos caminhos de seda e há ainda espécies que trabalham como uma colônia para formar uma grande quantidade de camadas de fios em torno da vegetação. Algumas delas, como a aranhalançadora de teia, fazem uma pequena teia entre as pernas e rapidamente enrolam qualquer inseto que fique preso nela. A teia mais conhecida é a teia orbicular, com seu intrincado desenho e fiada pela maioria das aranhas de jardim. Essa teia é uma das estruturas mais impressionantes da natureza e sua construção está entre as atividades animais mais incríveis

Aranhas mergulhadoras

As aranhas mergulhadoras, ou Argyroneta aquática, são dos animais mais impressionantes do planeta. Essas aranhas respiram ar como os outros artrópodes, mas vivem a maior parte das suas vidas debaixo da água. O truque dessas aranhas é o seu sino de mergulho.

Para construir o sino de mergulho, a aranha primeiro forma uma plataforma de teia debaixo da água, geralmente ligada a uma planta. Ela então carrega bolhas de ar para baixo da teia, na parte de baixo do seu corpo, soltando-as debaixo da teia para gradualmente construir um bolsão de ar estável; a teia impede que as bolhas de ar subam à superfície. A aranha se aventura a sair para capturar peixes, girinos e outros animais que vivem nos lagos, trazendo-os de volta para o sino. Elas também acasalam, colocam ovos e criam os filhotes no sino.